A fábrica de sonhos

Foto: site BMW
Foto: site BMW

Quando fiz minha primeira viagem de moto na garupa, pelo Chile, em 2002, jamais poderia imaginar que um dia estaria pilotando minha própria BMW F650GS e cruzando a Cordilheira dos Andes. Isso foi há muito tempo e a moto acabou sendo vendida, mas ontem tivemos a oportunidade de visitar o lugar onde ela nasceu.

No bairro de Spandau fica uma das três fábricas de motocicletas da BMW no mundo; a de Berlim é a única de verdade mesmo (as outras duas, uma em Manaus e outra em Rayong, na Tailândia, são apenas montadoras de alguns modelos).

BMW é a sigla de Bayerische Motoren Werke (Fábrica de Motores da Bavária) e a divisão de motocicletas, fundada em 1923, funcionou em Munique até 1969, quando se mudou para Berlin.

A fábrica produz 600 motos por dia (desde o bloco do motor até a montagem final para todos os modelos) e tem 1.900 funcionários.

Pena que não podia tirar fotos, mas foi uma experiência incrível (sem falar na saudade que bateu ao visitar um chão de fábrica com todos aqueles robôs articulados e fresas maravilhosas).

Mas o que mais me surpreendeu mesmo foi o cuidado nos testes finais. Sim, em cada etapa há um rígido controle de qualidade, como era de se esperar, mas no final da linha de produção tem um funcionário que realmente monta na moto, testa os freios ABS, engata todas as marchas e vai a 120 km/h (numa esteira, claro). Isso para  CADA UMA das unidades. Ficou todo mundo babando em saber que, além de ganhar para fazer esse trabalho dos sonhos (testar motos zeradas), os profissionais dessa etapa são dos mais bem remunerados na fábrica (o sujeito tem que ter muita sensibilidade e conhecimento para atestar que está tudo irretocável, além do que os equipamentos já mediram).

O guia que nos levou pela fábrica disse que todo ano eles recebem inscrições para o programa de estágio, que é bem concorrido (cerca de 500 candidatos se estapeiam por uma vaga), mas além de um excelente currículo, um pré-requisito básico é que a pessoa seja apaixonada por motos.

Olha, achei um excelente critério. Não é à toa que eles conseguem fazer máquinas tão perfeitas.

Para quem quiser ir, as visitas guiadas são em inglês e alemão. Mais informações clicando aqui. Recomendo demais!

PS: Quer saber mais sobre nossas viagens de moto? Visite o www.duasmotos.com.

 

2 Responses

  1. Avatar
    18 novembro 2014 at 11:46 am

    Saudades dos “robôs articulados e fresas maravilhosas” (achei o máximo!)
    Tem um programa da NatGeo (Mega Fábricas) que é fantástico. O que me chama atenção, sempre, é o senso de excelência que norteia a fabricação desses grandes produtos.

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      12 dezembro 2014 at 3:48 pm

      Ênio, fala sério, você já viu alguma coisa mais maravilhosa do que uma fresa trabalhando? Só um robô articulado…rsrsrsrsrsr

Leave A Reply

* All fields are required