A única língua que o diabo respeita

Até Satanás tem medo dessa língua, pelo menos é o que dizem do húngaro (e eu acredito); na aula de alemão tinha uma menina húngara que nos falou que eles têm 15 casos de declinações! E eu reclamando dos 4 do alemão, que faz todo mundo (inclusive os nativos) arrancar os cabelos. Isso sem falar na complicação que devem ser as regras de acentuação (eles têm dois acentos agudos em cima de uma letra, parece um trema riscado, além do trema propriamente dito).

Sobre a pronúncia, a coisa que mais gostava ao pegar ônibus comuns em Budapeste era ler o nome do próximo ponto no letreiro interno e ouvir a respectiva pronúncia pelo alto-falante. A moça falava num tom de lamento, quase que recitando uma poesia. A maior viagem, pode acreditar….

Na cidade dá para se virar bem em inglês e fiquei surpresa com o número de pessoas que falavam alemão também. Claro que se pedir informação no ponto de ônibus o povo não vai entender lhufas, mas nos postos de informação turística e hotéis era bem tranquilo. Tanto que pedi para o garçom do restaurante me ensinar 3 palavras em húngaro e ele foi bem solícito, olha só:

Quando eu perguntei como era obrigado, entendi que ele estava perguntando meu nome, pois a pronúncia é parecida com "qual seu nome?" dito bem rápido...ehehehe

Olha aqui as fotos de algumas placas que achei curiosas.

Não pense bobagem com línguas; "fordítás" é "tradução" em húngaro; "tolmácsolás" é "interpretação" (a placa da esquerda oferece serviços de pintura de interiores e decoração)
Essa foi ótima: "nöi" é feminino e "férfi" é masculino ("mosdó" é, obviamente, "banheiro", apesar do que o Google dizer que é "afundar")
Aiaiaiai... um salão de cabeleireiro com esse nome? Calma, "Fodrászat" é...."cabeleireiro"!
E o nome desse pub, heim? Pois é, mas "Sörözö" é justamente "pub"...
Esse "atenção" aí ficou fácil; parece "vigiai!"
"Sörözö" a gente já aprendeu ali em cima; "borozó" e "vendéglö" são, respectivamente, "vinho" e "pousada" (segundo o Google, mas não confio muito não)
Esse aí é só para sentir o drama da sopa de letrinhas, mas também reparei que o "please" está diferente do que o rapaz me ensinou (o Google diz que ambos são "por favor").

E aí, gostaram da aulinha de húngaro? Eu adorei, principalmente porque só preciso aprender alemão mesmo…ehehehe

9 Responses

  1. Avatar
    Clotilde♥Fascioni
    Responder
    30 junho 2012 at 5:40 pm

    Corresses um risco ao pedir ao garçom para te ensinar palavras, se fosse no Brasilzil iriam escrever muitos palavrões com traduções “inocentes”. Adorei!

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      30 junho 2012 at 6:02 pm

      É mesmo, nem pensei nisso. O povo daqui não é nem um pouco malicioso, a gente até esquece que brasileiro vive tendo essas ideias…..eheheheh

  2. Avatar
    Walter
    Responder
    18 abril 2016 at 10:03 pm

    Ola. boa noite. Na realidade são mais ou menos 26 casos por isso não é bom estudar hungaro com em alemão. Ai fica dificil. Hungaro se aprende não observando como em alemão. Mas se fixarem bem verão que o idioma é até bem regular nas regras, coisa que em alemão é cheio de excessões.

  3. Avatar
    Walter
    Responder
    18 abril 2016 at 10:08 pm

    Então para voces: minden jót a tanulásnak. Boa sorte nos estudos

    • Avatar
      Paulo
      Responder
      23 abril 2016 at 11:07 pm

      Olá Walter, como vai? Estou estudando húngaro e gostaria de saber se vc conhece algum livro didático para estudar os casos de declinação e tb a pronúncia.
      Obrigado!

      • Avatar
        Walter
        30 abril 2016 at 4:41 am

        Ola Paulo.
        Bom dia.
        Com prazer te indico o livro ” Aprenda Hungaro” de João Engelberg, terceira edição de 1998 e também do mesmo autor, “Hungaro para Viajantes”.
        Ainda tem o Hongrois Sens peine, Editora Assimil. Este te indico a Livraria Van Dame, em minha cidade, Belo Horizonte. Ai vc busque pelo site e veja as condições.]
        Os dois livros de João Engelberg, busque pelo site da Livraria Cultura.
        Mas Paulo, não se preocupe com as declinações, pois se trata de uma lingua uraliana, aglutinante. Vc vai perceber que funciona muito com sufixos e alguns prefixos. Vc vai assimilando o idioma e depois sim, vc perceberá as declinações. Tinha dito 27 caso, mas errei, perdão. São 27. Então vá assimilando o idioma fica mais facil.

        Szia – tchau
        Vizlát – Ate logo

  4. Avatar
    Carlos Soares
    Responder
    12 fevereiro 2017 at 1:13 am

    ahahahaha o post é antigo mas eu descobri os encantos desse idioma maravilhoso através das olimpíadas ( pesquisando sobre alguns países eu vi algumas músicas hungaras e puts amor a primeira vista aahaha ) realmente eu achei bastante desafiador aprender o idioma, eu estou tendo ajuda de um nativo de lá por skype e o que eu acho mais complicado é como eles constroem as frases, uma forma mais diferenciada do português e até do inglês mas eu estou adorando e pretendo se Deus permitir ir para esse país lindo !!!

Leave A Reply

* All fields are required