Alguém me explica?

Quando eu fazia engenharia, o único curso do centro tecnológico onde as mulheres dominavam o pedaço era a arquitetura. Então, queridas, alguma de vocês pode me explicar por que é que em todos os edifícios de uso comum, sejam escritórios, academias, cinemas, escolas, teatros, museus, restaurantes, bibliotecas, aeroportos, rodoviárias, enfim, todos os lugares em que se possa pensar, o projeto é sempre feito de maneira que o número de banheiros masculinos seja exatamente igual ao de banheiros femininos?

Nem todos os edifícios são simétricos, então não vale essa desculpa (que é bem fraquinha, vamos combinar).

Sinceramente, não dá para entender mesmo. Se fossem os homens que fizessem os projetos (desde que eles não tivessem esposas, namoradas, amigas e nem irmãs para esperar na porta), ainda seria mais ou menos compreensível.

Mas qualquer mulher, arquiteta ou não, sabe muito bem, por métodos científicos ou empíricos, que mulher vai muito mais ao banheiro e quando vai demora mais também. O resultado é que a qualquer hora do dia ou da noite, sempre tem uma fila enorme de meninas apertadinhas esperando a vez.

Deixo aqui a pergunta: por que você não fazem nada, moças da arquitetura?

Ilustração: Roberto Longo

1 Resposta

  1. 14 dezembro 2011 at 5:25 pm

    Verdade…♥

Deixe um comentário

* Todos os campos são necessários