Artoteca: o óbvio genial

Berlin, como não amar você?
Berlin, como não amar você?

Biblioteca é um lugar onde você vai para pegar livros emprestados, confere? Algumas emprestam também CDs e DVDs. E por que não emprestar obras de arte também?

Pois acabei de ficar sabendo que isso existe aqui na Alemanha (não consegui descobrir se há em outros lugares do mundo), mas a ideia é tão sensacional que me fez pensar por que eu nunca soube disso antes. E a ideia é tão óbvia: é claro que objetos de arte também merecem ser compartilhados da mesma maneira que livros.

Algumas artotecas (Artothek, em alemão) funcionam dentro de bibliotecas; outras, em galerias de arte, escolas, museus e associações. Há algumas, inclusive, baseadas em coleções particulares, olha só que bacana. Em comum, todas têm um acervo de obras de arte (pinturas, gravuras, objetos, fotografias, esculturas) disponíveis para empréstimo. Você faz a carteirinha e pode levar para casa, de graça, por três meses (o prazo pode ser renovado), um total de 10 gravuras, 10 quadros a óleo, 5 objetos e 5 fotografias de uma vez só!

Só na cidade de Berlin são sete artotecas com acervos bem bacanas. Na Alemanha inteira são 130 desses lugares mágicos concebidos para democratizar a arte e fazer mais pares de olhos felizes.

Quando vi o negócio, logo pensei: isso deve ser coisa de algum workshop de inovação, resultado de um brainstorming de gente criativa e ligada às necessidades do mundo contemporâneo. Quer saber? Nada disso. A prática de emprestar obras de arte como se fossem livros já existe há mais de 200 anos na Alemanha!

E eu aqui achando isso tão revolucionário; como sou bobinha….

NOTA: Só fiquei sabendo dessa maravilha graças à Marcela Faé, fotógrafa brasileira das boas que mora aqui e está sempre por dentro das coisas mais descoladas. Valeu, Marcela!

4 Responses

  1. Avatar
    Clotilde♥Fascioni
    Responder
    30 janeiro 2014 at 9:30 am

    Não há perigo de danificar, obras de arte são na maioria tão frágeis?! Eu teria medo de levar para casa uma coisa dessas. Mas achei interessante, o pessoal que frequenta a Revista Caras iria adorar….afff

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      30 janeiro 2014 at 9:35 am

      Ah, eles devem ter pensado nisso, afinal, estão na lida há mais de 200 anos. Mas acho que não é muito fácil danificar um quadro não; quem faz esse tipo de empréstimo é porque gosta de arte, então toma cuidado. O pessoal da Caras não ia curtir porque não poderiam dizer quanto custou…rsrsrs

  2. Avatar
    30 janeiro 2014 at 10:58 am

    Ligia, a biblioteca municipal de Stuttgart também tem esse serviço há anos. Aqui são só obras de artes gráficas, por isso se chama Graphotek: http://www1.stuttgart.de/stadtbibliothek/bvs/actions/profile/view.php?id=64

    E eles têm outra novidade que acho o máximo, que é a Online Animation Library, onde você pode assistir a filmes apresentados nas edições passadas do Festival Internacional de Cinema de Animação, que acontece todo ano em Stuttgart.

    Biblioteca aquí não tem nada a ver com aquele lugar sem graça que as pessoas costumam imaginar.

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      4 fevereiro 2014 at 3:30 pm

      Mais uma coisa para ver quando for novamente a Stuttgart, queridona <3
      Beijos e saudades!

Leave A Reply

* All fields are required