Carrinho invocado

Talvez essa seja uma solução para o problema do nosso trânsito sempre congestionado (principalmente por aquelas picapes e caminhonetes enoooormes levando, geralmente, só uma pessoa sem noção dentro).

A empresa americana Commuter Cars está lançando o Tango, um carro elétrico para uma pessoa (mesmo!). A paixão da minha vida ainda continua sendo o Smart, mas esses coloridinhos até que são bem charmosos. Fiquei curiosa com a estabilidade dele nas curvas, mas não deve ser pior que um EcoSport (que chega ao absurdo de colocar uma adesivo do lado de dentro alertando para a propensão a capotagens).

No site, eles dizem que o carrinho é bem seguro por causa do centro de gravidade baixo (eles mostram vídeos impressionantes) e chega a 200 km/h (praticamente uma moto). Também tem barras de proteção lateral iguais a de um carro de corrida.

Já tinha simpatizado com o modelito, mas fiquei gostando mais ainda agora que soube que o George Clooney tem um (suspiro…).

Quem me deu a dica quente foi o Cacá.

4 Responses

  1. Avatar
    2 agosto 2010 at 9:06 pm

    Oi de novo, Lígia! 😉
    Estava achando meio triste — e bastante limitador — que o proprietário do Tango precisasse “andar” sempre sozinho… aí dei uma olhada no site da empresa e vi que o carrinho comporta um passageiro sim, atrás do motorista. Ufa!
    Agora, cá pra nós, que maravilha deve ser estacionar esse Tango, não? Pra alguém com a minha habilidade para fazer baliza, é um sonho! rsrsrs
    Bjs!

    Lígia Fascioni: Oi, Winnie! Pois é, assim a gente não perde a esperança de um dia pegar carona com o George…eheheh
    Sobre estacionar essa coisinha deve ser mu-mu mesmo. Tudo de ótimo!

  2. Avatar
    2 agosto 2010 at 10:58 pm

    Oi Lígia! Sempre leio teu blog mas nunca comentei. Acho esses carrinhos, inclusive o smart, uma graça! Mas meu sonho mesmo era nunca usar nada disso e usufruir dum belo transporte de ônibus, metro de superfície, elétrico… ia ser tão bom! :))
    Bjs e boa semana!

    Lígia Fascioni: Oi, Samira! Concordo totalmente! É mais inteligente e sustentável usar o transporte coletivo. Se a pessoa quer ir num lugar onde não passa ônibus ou metrô, uma boa pedida é ir de bicicleta. Em Berlim funciona perfeitamente, o que prova que não é impossível de jeito nenhum.

  3. Avatar
    3 agosto 2010 at 11:12 am

    E-U Q-U-E-R-O-!!!

    Com carona ou sem a carona!
    😉

    Beijo!

  4. Avatar
    5 agosto 2010 at 6:45 pm

    Muito legal mesmo, Ligia!

    Mas aqui no Brasil acho que não daria tão certo, pistas largas demais. Aí ia ter que viver no corredor, como as motos.

    Beijos e sucesso!!!

* All fields are required