o pensamento elástico

Já sou fã de Leonard Mlodinow há muito tempo. O primeiro livro que li dele, “O andar do bêbado” (resenha aqui), abriu-me várias portas na mente. Depois teve “A janela de Euclides” (resenha aqui) com tantas coisas curiosas quanto interessantes. Por isso, não me contive quando a Amazon me sugeriu “Elastic: unlocking your brain’s ability to embrace change”, sua mais recente obra.

Pois esse sujeito é tão brilhante que a cada vez se supera; com um texto fluido e fácil, ele explica coisas surpreendentes.

O QUE É 

Mlodinow explica que o pensamento elástico compreende uma série de talentos que revelam diferentes aspectos de um certo estilo cognitivo que nos ajuda muito. Ele cita alguns desses talentos (anota aí!): 

  • a capacidade de desapegar de ideias confortáveis; 
  • acostumar-se à ambiguidade e à contradição; 
  • a capacidade de levar ideias acima do senso comum e reformular questões; 
  • a habilidade de abandonar pressupostos arraigados e abrir a mente para novos modelos; 
  • a propensão em confiar na imaginação tanto quanto na lógica para gerar e integrar uma grande variedade de ideias; 
  • a boa-vontade em experimentar e ser tolerante aos erros.
Continue reading “o pensamento elástico”

Rework

Olha, confesso que me irrito bastante quando leio clichês do mundo empresarial, tipo pessoas pregando loucamente que é preciso repensar o mindset, que as empresas precisam ser disruptivas e escalar para crescer exponencialmente. Será que ninguém reparou que se todo mundo crescer exponencialmente a coisa explode, uma vez que os recursos são limitados? Que, aliás, […]