O Homo Sapiens e as revoluções: como chegamos até aqui

Há livros e Livros. 

Sapiens, a brief history of humankind é do segundo tipo. Na minha opinião, deveria ser texto de referência para o ensino básico; ele é fundamental para que a gente consiga entender nosso papel nesse planeta.

O autor, Yuval Noah Harari é professor de História do Mundo na Universidade de Jerusalém e é dono de um incrível poder de síntese, além de um estilo irônico que faz a gente grudar no papel.

Sapiens é dividido em quatro partes: a revolução cognitiva, a revolução agrícola, a unificação da humanidade e, finalmente, a revolução científica.

As definições de um historiador para quem tudo é história, são sensacionais peças de concisão. Veja*:

A história dos átomos, moléculas e suas interações, é chamada química.

A história dos organismos é chamada biologia.

Há cerca de 70 mil anos, organismos pertencentes à espécie Homo Sapiens começaram uma forma com estruturas mais elaboradas chamadas culturas. O subsequente desenvolvimento dessas culturas humanas é chamada história.

As três revoluções que mudaram totalmente a história são contadas aqui de uma maneira leve, porém precisa e extremamente crítica. Não há heróis nem mocinhos, mas decisões e suas consequências.

Continue reading “O Homo Sapiens e as revoluções: como chegamos até aqui”

Os estranhos métodos do dr. Irabu

Um psiquiatra destemido, que se comporta como uma criança inocente. E sempre, independente do paciente, insiste em ministrar injeções de vitaminas. No final das contas, ele até resolve os problemas dos pacientes, sim, mas para fim ficou faltando algo…