Menos, galera!

Oi, pessoas que estão comentando o resgate do Otávio!

Queria agradecer o apoio de vocês e não quero parecer ingrata, mas lendo os comentários, parece até que eu sou a Madre Teresa de Calcutá reencarnada numa loira alta e fresca (ehehehe…). Não tem nada de nobreza no tratamento do Otávio. Se há algum mérito, ele é todo do Conrado, que insistiu na adoção (esse meu marido é TUDO!). Eu estava me torturando e tentando achar alguém, mas não estava considerando a adoção porque achava que não ia dar (já temos 3 gatos e o Haroldo é muito ciumento. Ele nem sonha que está sendo traído… ehehe).

Além disso, o tratamento não está me custando quase nada: a Dra. Ioná nem está cobrando as consultas, a dona do Pet Shop Patas e Pelos só cobrou o custo dos remédios e o banho foi de brinde. Tem muita gente ajudando e conheço pessoas que realmente se dedicam à causa, como a Ana Corina, do Mãe de Cachorro, e a querida Antônia, além dos vários voluntários de ONGs que já tiraram um monte de bichinhos das ruas (coisa que eu nunca fiz). Se alguém merece palmas, é essa gente, não eu.

Estou me sentindo agora como uma pessoa que é aplaudida por ter devolvido uma carteira com dinheiro, quando isso não é mais que a sua obrigação. Menos, gente. Menos.

Além disso, o Otávio vai ficar lindo e todo mundo vai morrer de inveja. Esperem e verão…eheheh

***

Veja a história do Otávio aqui.

3 Responses

  1. Avatar
    22 outubro 2009 at 5:04 pm

    Ah, mas que foi fofo que você fez, isso não dá pra negar. E bem mais do que a maioria das pessoas faria. Eu não adotaria um gato ou um cachorro por causa dos meus passarinhos, mas três deles foram adotados quando as mães abandonaram e eu sei o trabalho que dá cuidar, alimentar no horário certo, levar no veterinário, lidar com o ciúme dos filhos mais velhos…

  2. Avatar
    VERA
    Responder
    22 outubro 2009 at 6:27 pm

    Embora você não queira admitir, mas foi um ato muito bonito.
    Todo mundo deveria agir assim e não o faz. Você mesma
    viu que ninguém se apresentou para cuidar do Otávio. Eu
    falo com conhecimento de causa, pois tenho dez gatinhos,
    todos meninos de rua, lindos, lindos. E a razão de ter essa
    “multidão” felina em casa é exatamente essa – ninguém se
    dispõe a cuidar de um bichinho abandonado. É uma pena,
    pois perdem muitas coisas boas, não é ?
    Beijos !

  3. Avatar
    26 outubro 2009 at 2:08 pm

    Gente, fiquei com os olhos cheios de água aqui ao ver a foto do bichano. Como o ser humano é deprimente, enfim, que bom que ele ganhou uma casa e vai ter muito carinho pra ele…
    Eu não gosto de gatos, quer dizer, acho-os bonitinhos e tudo mais, mas não teria um em minha casa. Sou apaixonada por cães, tenho um (acho que todos sabem) é um boxer lindo que eu ganhei há seis anos atrás. Ele não tem pedigree, a mãe é uma viralata linda que cruzou com o pai dele, que é um boxer.

    Sou totalmente contra maus tratos, seja em humanos, animais. Acho isso inadimíssivel e é revoltante saber que alguém tem coragem de permtir algo assim porque se você fica sabendo e não faz nada, é conivente e é tão ruim quanto quem está fazendo isso.

    Parabéns pela atitude…
    Beijos

Leave A Reply

* All fields are required