Museu da tecnologia

Não é por nada não, mas deve ser muito legal ser uma criança alemã. Além de poder brincar na rua sem nenhum perigo (há muitas praças, os carros andam bem devagar e assaltos praticamente inexistem), ainda tem um monte de museu bacana para visitar, inclusive com atividades especiais para os pequenos.

A gente não é criança, mas não resistiu e foi visitar o Deutsches Technikmuseum. O lugar é enorme e não conseguimos ver tudo; teremos que voltar outro dia, olha que sacrifício… dois engenheiros visitando um museu de tecnologia é praticamente como ir a um parque de diversões 🙂

Minha primeira surpresa foi na parte dos computadores. Sim, é claro que eu sabia que foi o matemático e filósofo alemão Leibniz quem inventou o sistema binário, lá pelos idos de 1705, e que em 1833 o inglês Charles Babbage foi o primeiro a construir um computador (ele abandonou o projeto depois de 30 anos, pois não havia tecnologia na época que compensasse as imprecisões da máquina). Sem falar da minha musa Ada Lovelace, que não foi apenas a primeira mulher a programar um computador; ela foi a primeira PESSOA a fazer isso.

Mas o que eu não sabia é que o Z3, o primeiro computador completamente operacional e projetado para fins comerciais, foi construído pelo berlinense Konrad Zuse, em 1941. Ele e o seu antecessor Z1, de 1936, estão lá no museu para a gente ver!

Além dos computadores, a outra parte que me fascinou foi a dos aviões (nossa, meu pai iria desfalecer se viesse conosco fazer a visita!). Tem um monte de aeronaves de verdade lá dentro e até uma cabine inteira original com os assentos dos pilotos e o do mecânico de bordo, atrás deles. Essa peça me chamou atenção porque meu pai foi mecânico de bordo por muitos anos justamente nesse modelo de avião (o Super Constellation), olha que bacana.

O museu é enorme e mostra todos os meios de transporte (aviões, sondas espaciais, navios e barcos, trens, automóveis e ônibus, etc), avanços da química, fotografia, filme, notícias, cervejarias, produção industrial, papel, automação, computação, geração de energia, técnicas de impressão e tecelagem.

Além disso, ainda tem outros prédios que fazem parte do grupo como o museu do futuro, museu do açúcar, um observatório astronômico, um museu de lunetas e ainda um centro de ciências só com experimentos interativos (para estudantes). A gente nem conseguiu visitar todo o prédio principal, imagina só a maratona.

Tem diversão garantida para uns bons “par de anos”… 🙂

Seguem algumas fotos que, já vou adiantando, não dão muita ideia do tamanho e variedade do lugar.

IMG_2179
Era nessa cadeirinha aí atrás dos pilotos que meu pai trabalhava como mecânico de voo. Agora imagina a segurança de um avião que precisa levar o mecânico junto. Corajoso demais o meu pai!
IMG_2216
Tem um avião pendurado no alto do prédio do museu. Dá umas fotos legais, né?

IMG_2217

IMG_2240

Máquinas de voar (tem um montão de modelos, mas nada sobre Santos Dumont).
Máquinas de voar (tem um montão de modelos, mas nada sobre Santos Dumont).
IMG_2223
Destroços de um avião destruído na segunda guerra. É muito impressionante ver de perto.
IMG_2138
Z3, um dos primeiros computadores da história!
IMG_2161
Esse é o Z1, o primeiro computador construído pelo berlinense Konrad Zuse.
IMG_2164
As vitrines para mostrar as miniaturas de barcos e navios antigos são maravilhosas!
IMG_2232
A parte dos trens e locomotivas também é bem impressionante.

2 Responses

  1. Avatar
    clotilde Fascioni
    Responder
    18 fevereiro 2014 at 8:07 pm

    Que legal.

  2. Avatar
    19 fevereiro 2016 at 11:58 am

    Bom site colega.

Leave A Reply

* All fields are required