Nina Nolte

Se muito dinheiro um dia eu tiver, com certeza não vou gastar com roupa; adoro moda, mas consigo me sentir bem elegante com uma Zara básica. Minha grana para luxos iria todinha, nessa ordem: viagens, livros e obras de arte.

Fico sonhando com isso cada vez que passo pela galeria Friedmann-Hahn. É cada artista mais genial que o outro, mas a exposição desse mês tem me feito levitar cada vez que cruzo a calçada (e arte não é para isso mesmo?).

Eu olho, olho e não dá nem para escolher. Achei o trabalho da pintora salvadorenha radicada em Berlin Nina Holte tão deliciosamente colorido, bem-humorado, lindo e alto astral (ao mesmo tempo crítico e leve), que vou ser boazinha e dividir aqui com vocês.

Babem.

Quem quiser se imaginar visitando a galeria e fazer um tour virtual, é só clicar aqui.

1 Response

  1. Avatar
    10 junho 2013 at 8:17 pm

    Que lindo, Ligia !

* All fields are required