Notícias do fofinho

dsc02285

Pois é, o diagnóstico da Dra. Ioná é que o Otávio está com o fígado alterado por conta de ter sido sedado e de ter tomado antibióticos vários devido à crise renal, além de também ainda ter muitos cristais na bexiga. Então, em resumo, ele não pode tomar mais nada injetável, mas não pode ficar sem tratamento. O Conrado e eu teremos que usar todo o nosso talento e paciência (e, talvez, uma luva de couro daquelas de treinar águias) para dar comprimidos para o moço, além da comidinha especial.

É, vocês pensam que ser fofo não dá trabalho?

4 Responses

  1. Avatar
    8 agosto 2010 at 6:42 pm

    Oi Ligia ! Fiquei muito chateada por saber que o “nosso”
    Fofinho está dodói de novo. Como eu já disse antes, ele
    não deveria sofrer mais, depois de tudo que já passou.
    Enfim… Por sorte, o fígado é um órgão que se regenera,
    pelo menos nos humanos. Espero que seja o mesmo com
    os felinos.
    A propósito de conseguir dar remédio para um gatinho
    (tarefa que apenas nós, felizes donos de gatos, conhece-
    mos), tomei a liberdade de lhe mandar um texto bem
    engraçado. Espero que você ainda não conheça e
    goste.
    Continuo na torcida pela saúde do Fofinho.
    Beijos.
    Vera Scheidemann

    Lígia Fascioni: Oi, Vera! Esse texto “como dar um comprimido a um gato” é mesmo de chorar de rir. E o pior é que deve ser baseado em casos reais…eheheh

  2. Avatar
    8 agosto 2010 at 7:03 pm

    Nossa… a Gigi tbm teve problemas com pedra na bexiga… Pior que ela tem umas crises de alergia… e qdo ataca… ai tem q tomar antibiótico e.. bem, o texto a que a colega se refere ai, deve ser a piada :”Como dar remédio ao gato”… que, modéstia a parte, deve ter sido feita pra minha Gigi.. pq pelo amorrrr… Ninguémmmm consegue dar remédio pra ela… se não for injetável… mesmo que eu usasse a luva de treinar águia… ela babaria todoooo o remédio depois… pq ela faz isso… da vontade de dar uma surra… mas ai olho aquela cara de piedade e desisto… 😛

    Lígia Fascioni: Pois é, o pior é que os outros gatinhos tomam comprimido da boa. O Otávio tem uma boca muito pequenininha, além de ser o mais enjoado. Mas quem resiste àquela carinha de fofo?

  3. Avatar
    Patricia
    Responder
    9 agosto 2010 at 12:23 pm

    Olá Ligia…..sei perfeitamente o que vc deve estar passando…tenho o Arthur ..um gatinho que adotei da rua……remedinho liquido ele toma brincando mas comprimido é um deus nos acuda……então recentemente descobri que ele gosta muito de queijo parmesão e yogurte desnatado (sabor mel) é mole…..hahah e não deu outra….coloco o comprimidinho esfarelado em um desses 02 petiscos….e ele come tudoooo….e ainda pede mais.
    Espero que seu fofo sare rapidinho…..esse lindo não merece……
    Bjo..Bjo….

  4. Avatar
    Usha Velasco
    Responder
    31 agosto 2010 at 8:50 pm

    Há muitos anos recebi um email engraçadíssimo chamado “como dar remédio ao gato”. O remédio era um comprimido e o texto tinha umas três páginas, com itens numerados de 1 a 50, algo assim. O número 1 era tipo “pegue delicadamente o bichano e introduza o comprimido na sua boquinha”; o número 2 era “pegue o comprimido no chão, tire o gatinho de baixo do sofá e tente novamente com gentileza”; o 50 era algo como “chame o corpo de bombeiros para te levar pro hospital e a zoonose pra buscar o FDP do gato saído dos infernos”…
    Brincadeiras à parte, saúde pro fofão e boa sorte pra vocês!

    Lígia Fascioni: Oi, Usha!

    Já recebi esse texto também, é de chorar de rir. O pior é que parece ter sido inspirado no Otávio, porque não conseguimos, de jeito nenhum, fazer o fofo tomar remédio (só conseguimos uma vez, mas ele fez o favor de vomitar tudo)…. agora é só rezar para ele não piorar (ele parece ótimo, os exames de sangue é que não estavam muito bons).

    Beijocas e obrigada pela torcida!

Leave A Reply

* All fields are required