O carrossel do casal

Das Ehekarussel” (carrossel do casal) é um chafariz que foi encomendado em 1977 pela prefeitura de Nuremberg ao artista Jürgen Weber. A ideia era decorar o centro histórico com uma obra exclusiva do reconhecido escultor, que trabalhou por anos e inaugurou a alegoria em 1984.

Olha. Foi um choque para os cidadãos nurembergenses.

O chafariz ilustra as fases do casamento e acho que o tal Weber não teve uma experiência muito feliz não. Todo mundo achou, não fui só eu. A reclamação foi geral, mas agora, fazer o quê? Virou ponto turístico, claro.

Acompanhem essa linda história de amor, passo a passo…

(Taí a obra bem no meio da praça)
(Um pouco mais de perto; não é propriamente uma beleza, né?)

***

1) Primeira fase: a moça mostra o cofrinho para ver se pega alguém.

(Um cofrinho tão caprichado que chega a empoçar água)

***

2) Segunda fase: Ôpa, tem um rapaz interessado.

(O moço parece ter dotes musicais, mas o bode não aprecia)

***

3) Terceira fase: ah, como o amor é lindo…

(Beijinhos e carinhos, mas tem fim)

***

4) Quarta fase: eles se casam e ela vira prisioneira do vilão malvado.

(A “louca” com esse cabelinho cheio de bobs…hummm…sei não….)

***

5) Quinta fase: a mulher fica deprimida, come como uma porca e engorda muito. O marido se desespera.

(Que esganada!)
(Repara na falta de modos da ogra…)

***

6) Fase seis: eles só não se separam por causa das crianças, que deixam os dois desnorteados (devem ser uns anjinhos).

(O pai parece que está estudando uma maneira de aprender a voar)

***

7) Fase sete: a mulher não aguenta mais e a relação se desgasta. Final trágico.

(Sujeito romântico e de bem com a vida esse artista, heim?)

E aí, curtiu?

***

NOTA: Para monumentos assim, a prefeitura devia impedir placas de propaganda em volta. Elas arruinam qualquer tentativa decente de enquadramento, que coisa!

6 Responses

  1. Avatar
    1 março 2013 at 5:45 pm

    Sem falar que o simbolo central é um abacaxi…

  2. Avatar
    Erly Miranda
    Responder
    1 março 2013 at 6:45 pm

    Os detalhes da escultura são bonitos, mas o enredo da história nada tem de bonito.

    Ficou legal as fotos Lígia!!

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      1 março 2013 at 7:31 pm

      Bom, a história fui eu que interpretei (um pouco avacalhada, é verdade, pois nem sei se a sequência é essa). Mas que ficou esquisito, ficou, né?

  3. Avatar
    Sil
    Responder
    2 março 2013 at 7:50 pm

    A vida como ela é!…

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      3 março 2013 at 9:47 am

      Credo, Sil! A minha não é assim não….ehehehehehe

Leave A Reply

* All fields are required