Palavras novas

Foto: Kevin Steele

Ontem assisti a uma palestra do Walter Longo no Clube de Propaganda e Marketing. Gostei bastante, principalmente porque aprendi várias palavras novas. Olha só:

EXTELIGÊNCIA: se a inteligência é o conhecimento que está na nossa cabeça, a exteligência é o que está fora, disponível no mundo. Usamos a exteligência para buscar informações e a inteligência para solucionar problemas. Muita gente acha que só porque o nível de exteligência está aumentando (mais informações disponíveis), não se precisa mais da inteligência. Ledo engano: é preciso cada vez mais inteligência para achar uma sacada realmente inovadora no meio desse caos.

NEXIALISTA: aprendi também que a discussão sobre se é melhor ser generalista ou especialista está mais que datada. Cada um pode ser o que quiser, desde que conte com a ajuda de um nexialista, que é quem tem visão geral de várias especialidades e consegue integrar de maneira sinérgica e complementar as várias áreas do conhecimento de modo que elas façam nexo (Marketing na era do nexo, aliás, é o título do livro que ele estava lançando e eu comprei, mas ainda não deu tempo de ler). Ele explicou que esse termo foi criado por A. E. Van Vogt no romance de ficção científica Voyage of the Space Beagle publicado em 1950, onde o protagonista era um nexialista contratado para gerenciar situações de crise em uma nave espacial cheia de especialistas. Na verdade, acho que esse é só um novo nome para o generalista, mas vou estudar mais para formar uma opinião. Nem preciso dizer que na minha próxima visita à Amazon esse livro vai entrar na lista…

TESARAC: Essa palavra foi cunhada pelo poeta, autor de livros infantis, músico, compositor e cartunista americado Shel Silverstein para descrever períodos da história onde ocorrem mudanças sociais e culturais tão significativas que os velhos conceitos já estão desaparecendo, mas os novos ainda não estão prontos para substitui-los. O resultado disso é o próprio caos, exatamente como estamos vivendo hoje, em pleno tesarac. Depois da tempestade, as coisas começam a se reorganizar e experimentamos mais um tempo de estabilidade, até o próximo terasac. O mundo já passou por vários: a transição entre a idade média e a renascença e a acomodação pós-revolução industrial, para citar só dois. O que vem depois de um terasac ninguém sabe…

6 Responses

  1. Avatar
    TAMARA
    Responder
    10 novembro 2009 at 4:14 pm

    Quase fui ontem, mas com esse tcc acabei não indo.
    Que penaaaaa!

  2. Avatar
    Erly Miranda
    Responder
    11 novembro 2009 at 8:06 am

    Tesarac…esse eu nunca tomei..hehehe..parece nome de remédio.
    blargh!

    Mas um post interessante.

    inté!

  3. Avatar
    camila cabete
    Responder
    11 novembro 2009 at 9:49 pm

    Oi! Amei a história do Otávio!
    Fiquei emocionada… Um dia farei o mesmo…
    Beijocas
    Ah, você conhece este blog?
    http://www.desiretoinspire.net/

    Sou maníaca de decoração, embora não coloque nada em prática…

  4. Avatar
    12 novembro 2009 at 7:14 am

    Olá Ligia como vai?
    Nossa deve ser uma aula e tanto ter uma palestra dessas.
    Gostei muito desses novos termos ou palavras…
    Queria ter a oportunidade de assistir essas palestras..

    Abraços
    até mais

  5. Avatar
    13 novembro 2009 at 7:11 am

    Adorei este termo,EXTELIGÊNCIA!
    Vou adotar!
    E o raciocínio está mais que correto!

Leave A Reply

* All fields are required