Preciosas horas

Nossa, acabei de acompanhar uma discussão no Facebook que me deixou pasma. As pessoas estavam discutindo o preço que um palestrante cobra (conheço o moço apenas de nome e, pelos comentários, o valor é cerca de R$ 6 mil). Aí, uma professora universitária veio com essa: “Tudo isso por duas horas de trabalho? São R$ 3 mil por hora, assim eu também quero!“. É claro que o coro de pessoas que não convidaram o Tico e o Teco para o debate logo concordaram que isso era um absurdo e que o sujeito estava com a vida ganha.

Gente, vamos raciocinar. Para palestrar por duas horas, o moço, que tem mestrado, teve que estudar pelo menos 20 anos da vida dele, mas nem vamos considerar isso (quem estuda sabe o quanto custam esses anos todos na escola).

Vamos apenas dizer que, no último ano ele tenha comprado R$ 1 mil de livros (eu gastei isso) e mais o equivalente em cursos (essa é uma estimativa conservadora, é bem fácil gastar mais). Só aí já são quase R$ 2 mil de custos