Quer virar design?

Não, você não leu errado! Essa aberração linguística é a estrela de uma campanha para angariar estagiários de design para trabalhar numa agência cujo principal cliente é uma rede de…. escolas de inglês! E a agência não sabe a diferença básica entre design e designer.

Sem falar nessa coisa de “virar design” — como assim, Bial? Dá uma reboladinha e… virou? Pelo jeito, o pileque dos criativos foi tão grande que acharam a ideia genial a ponto de reaproveitá-la na outra frase onde eles prometem que os estudantes vão virar gente!

A agência que criou a pérola se vangloria por atender o grupo “líder no segmento de ensino de inglês para o público adulto.Hããã???

A Winnie Bastian (Design do Bom) foi quem me mandou o presente (essa menina me conhece bem e sabia que eu ia adorar). Olha, tanto ela como eu não recomendamos você se inscrever não. Vai que você “vira design“….

4 Respostas

  1. Bruh
    Responder
    24 setembro 2010 at 8:33 am

    A S.O.S. Computadores (ou seria a Microcamp?) aqui perto de casa está há meses com um banner na frente da loja anunciando curso de “designer”.

    Um amigo, programador web, esses dias estava com nick no msn a procura de “Design para fazer layout de um site” e propondo pagamento. Tentei primeiro ver se era realmente um design que ele procurava ou um designer. Era designer, de fato. Expliquei a diferença. Ele deu bola? Obviamente não. O nick continua lá.

    Parece que a moda está pegando.

  2. 24 setembro 2010 at 8:41 am

    Ahhhhrrggg!!! não, eu não quero virar design, não, por favor, não faz isso, socorro, SOCORRO!!!

  3. Vinicius Machado
    Responder
    24 setembro 2010 at 9:35 am

    Depois disso e de um site de um ‘design-publicitário’ com graduação em Micreiragem que eu acabei de ver, minha manhã de sexta foi pro espaço.

    Quanta desvalorização existe na profissão pela própria profissão.

  4. Aline Ioavasso
    Responder
    24 setembro 2010 at 9:56 am

    Queria entender a cabeça do “design” que fez isso. Ele deve ficar feliz de tratar a própria profissão com tanto descaso.

Deixe um comentário

* Todos os campos são necessários