Salve as palavras!

dic

Olha o que eu achei no ótimo sempreço: Save the Words é uma iniciativa da Oxford University Press, que constatou que centenas de palavras da língua inglesa já estão desaparecidas, de tão pouco usadas. Para não deixar as coitadas desaparecerem no limbo, um grupo de estudiosos fica futucando dicionários para recuperar as que estão em risco de extinção (taí um trabalhinho bacana para mim!). No site, as palavras aparecem como em uma colagem de recortes de revistas. Quando a gente passa o mouse sobre uma delas, a palavra “grita”, chamando o internauta para que a adote. Será que a gente não devia fazer isso em português também? Segue a minha contribuição…

Puteal: Se alguém mandar você ao puteal, não se sinta ofendido. A despeito de tudo o que passou pela sua cabeça, puteal é o nome que se dá àquele muro que fica em volta de um poço para evitar que cachorros, galinhas, crianças e distraídos caiam lá dentro (às vezes tem um telhadinho). Não acredita? Pode olhar no dicionário!

Borborigmo: A primeira vez que li essa palavra, foi atração instantânea, daquelas fortes. Você conhece outra expressão mais cheia de ritmo, provocante e rebolativa? Não sei quem inventou o termo, mas ele me parece completamente adequado para aqueles barulhos estranhos que a nossa barriga faz de vez em quando. Parece que os seus órgãos internos estão respondendo a algum tipo de interrogatório alienígena em um antigo dialeto norueguês, mas é só um borborigmo mesmo.

Busílis: Tem alguma coisa pegando na resolução de um problema difícil? Da próxima vez, diga ao seu chefe que você não está conseguindo atacar o busílis! Caso o impaciente do seu chefe não saiba, busílis significa justamente a dificuldade principal na resolução de um problema.

Calipígia: Quer ser elegante, se destacar das massas? Em vez dos adjetivos comuns e manjados que o povo usa para descrever a mulher melancia e suas colegas de pomar, prefira calipígia. É muito mais chique, os antigos já usavam para elogiar a bundinha de Vênus.

Fósmea: É uma idéia confusa, indefinível, disparatada. Você pode falar para o seu colega que ele hoje está excessivamente fósmeo. Muito mais elegante do que lesado, concorda?

7 Responses

  1. 25 maio 2009 at 2:41 pm

    Gostei,gostei!
    Mas vou levar minhas fósmeas pro puteal, e deixá-las lá!
    bj

  2. 25 maio 2009 at 3:06 pm

    Muito bom Ligia!

    Vamos salvar essas palavras e passar a usar mais!

    hehe..

    como sempre, muito conteudo nesse blog.

  3. 25 maio 2009 at 3:49 pm

    tb adoro palavras… mas gosto de algumas mais convencionais que me chamam pela fonética… como PAPOULA, ou ABÓBADA ou FRONHA! são palavras com um jeito de falar peculiar!

  4. 25 maio 2009 at 4:47 pm

    A minha barriga vive fazendo Borborigmo… huahuaha… Adorei!

  5. Clô♥
    Responder
    25 maio 2009 at 7:11 pm

    Quer dizer que busílis é o mesmo que “pepino”? Interessante… mas Busilis é bem mais elegante sim. ô-ô¬
    Mas calipígia, ganhou de todas, com certeza. Ela já é uma palavra rebolante.

  6. joelma
    Responder
    22 outubro 2011 at 2:34 pm

    Olá , Adorei sua pagina maravilhosa…e olha o contraste …há momentos em que é simples mas totalmente sofisticada, util para tudo e para todos as curiosidades que voce posta são fofas, os livros que voce cita já até li.

    Bjo!

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      22 outubro 2011 at 8:59 pm

      Que bom que você gostou, Joelma!! Obrigada e volte sempre 🙂

Leave A Reply

* All fields are required