Onde se hospedar

Foto: Ligia Fascioni

Quem mora na cidade não conhece muitos hoteis, mas andei pegando dicas com amigos e conhecidos, além de pesquisar um pouquinho e cheguei nesses aqui.

Em Berlin não tem lugar ruim para ficar, desde que fique próximo a uma estação U-Bahn (metrô) ou S-Bahn (trem); a região central (Mitte) é mais perto das principais atrações, mas os bairros Kreuzberg (meu favorito), Prenzlauerberg, Friedrichshain, Wilmersdorf-Charlottenburg também têm seu charme e são bem localizados.

Dicas dos amigos

Plus Berlin: Um hostel com preços bem convidativos (desde  € 9/dia para quartos coletivos até € 16/dia para quartos duplos; os preços dependem de data e disponibilidade) e instalado num a antiga escola de moda e design. Fica ao lado das estações de trem e metrô num dos bairros mais boêmios da cidade. A Sílvia Lopez ficou lá e recomenda.

Alcatraz Backpacker Hostel: Se você não tiver medo de ficar num hostel com nome de prisão, vá em frente…rsrsrs… brincadeira! Esse não conheço ninguém que tenha ficado, mas passei em frente e achei fofo (é o da foto lá em cima). Ele é todo grafitado e fica em Prenzlauerberg, um bairro que adoro. As diárias vão de € 11 (quarto coletivo) a € 17 (quarto individual).

Amstel House Hostel Berlin: Super charmoso, os quartos são simples, mas bem caprichados e tem uma área social propícia para conhecer gente interessante. Os preços variam de € 11,55/dia (quarto coletivo com banheiro) até € 33,60 (quarto individual com banheiro). Quem esteve lá e me contou foi a Marina Cohea.

Motel One: Apesar do nome, é uma rede de hoteis design bem parecida com o padrão Ibis, só que bem mais bonito (me agrada especialmente a decoração).  Os preços também são bem em conta para os padrões europeus (a partir de € 59/dia). Vale uma olhada. O Ênio Padilha ficou e gostou.

Bleibtreu Berlin: Esse é um hotel design daqueles bem caprichados, cada quarto tem uma decoração diferente. Instalado num prédio do século XIX numa rua linda no lado oeste da cidade, é puro charme. Diárias a partir de € 88. Dica da querida Lia Kucken.

nhow: Se você tiver um pouco mais de bala na agulha e é desses que abriga um designer dentro do seu ser, não perca a chance de ficar hospedado nesse hotel decorado pelo Karim Rashid. Fiz uma matéria toda sobre essa lindeza no meu blog (clique aqui para ler). Diárias a partir de € 120 (mas tem suíte de até € 2.700,00).

Airbnb: Se vier com mais pessoas ou for ficar muitos dias, talvez valha a pena alugar um apartamento. Esse é um dos sites mais famosos para procurar ofertas (tem um aplicativo para telefone/tablet que é mais confortável de procurar do que o site). Nunca usei em Berlim, mas em outros lugares funcionou bem.

Achei procurando na internet

ND Bed &Breakfast: Ajuda a pessoa a achar um quarto (que pode ser numa casa de família) a partir de € 15/dia.

****

Se você ficou em algum lugar bacana em Berlim e acha que vale a pena compartilhar, deixe aí seu recado nos comentários.

Todo mundo agradece :)

3 Respostas

  1. ligiafascioni
    16 outubro 2016 at 1:48 pm

    29 de abril de 2014 às 10:43 Ênio Padilha
    Já que eu fui citado, vou usar meu direito de resposta: de fato, o Motel One é show. Tão bom quanto o Ibis, só que mais bonito (e pelo mesmo preço do Ibis no Brasil). O café da manhã é ótimo.
    (e a Áurea, vez ou outra suspira e diz; “saudade de Berlin! precisamos voltar lá”)

  2. ligiafascioni
    16 outubro 2016 at 1:49 pm

    23 de dezembro de 2014 às 18:36 Fabricio

    Fiquei no Lette’m sleep em junho de 2013. Sem café-da-manhã e o chuveiro é pequeno, mas bem organizado e limpo. Bom pra quem quer gastar pouco.

    http://www.backpackers.de/berlin.html

  3. ligiafascioni
    16 outubro 2016 at 1:50 pm

    17 de junho de 2015 às 20:13 Sa
    Obrigada Ligia. Se eu realmente for ficar um tempo mais longo, penso em ficar o mês todo de setembro, vou verificar sua dica do ND BB, este não conhecia.
    Parabéns pelo blog e post no FB!!