Três chaminés surpreendentes…

10505376_10204255020525832_9129592561790032266_n

Há duas semanas estamos morando na casa nova. Há dias estava observando pela janela do quarto essas três chaminés do lado direito e ficava me perguntando se era uma usina termoelétrica, fábrica ou o quê.

Hoje peguei a bicicleta e fui conferir: estou chocada!

Aquilo é uma usina de aquecimento de água!!!

A água de lá vem por canos subterrâneos e chega quente o suficiente para as torneiras e o aquecimento do piso. São 1750 km desses canos só na cidade de Berlin (imagina a engenharia que é transportar água fervendo).

Existem dezenas dessas usinas na cidade (atendem 32% dos domicílios) e boa parte delas aquece a água queimando…lixo! Não é genial? Fazendo uma pesquisa rápida, descobri que essa é uma das formas mais eficientes e econômicas de aquecimento, principalmente para o meio ambiente.

Incrível.

3 Respostas

  1. Liara
    Responder
    20 julho 2014 at 12:17 pm

    Bom dia, Ligia! (Aqui no Brasil ainda falta um pouquinho pra o meio dia)

    Fazia tempo que não visitava seu blog e me surpreendi com o visual, está muito lindo e diferente! Combinou muito com o estilo do sue blog, e adorei a fotografia! E adorei seu cabelo ruivo!

    Sobre a ideia da usina que você comenta utilizar lixo como fonte de energia, penso que ela poderia ser aplicada aqui, para outras finalidades, como por exemplo, uma pequena estação de energia elétrica dentro de uma universidade. É muito bom que utilizem lixo e evitem assim a formação de grandes depósitos os quais poluem ar, solo e lençóis freático, entretanto, a queima do lixo não deixa de liberar fumaça poluente, ainda que uma certa quantia de gazes poluentes seja liberadas (claro que as chaminés dessa usina provavelmente possuem filtros). Agora um pensamento randômico: uma pena que a maioria dessas soluções para problemas socioambientais tenham um aspecto positivo e outro negativo, mas não tem como mesmo, acho que a gente teria que voltar pro tempo das cavernas pra que a saúde do planeta Terra seja “perfeita”, e olhe lá.

    Um abraço e parabéns pelo seu trabalho!

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      22 julho 2014 at 10:12 am

      Pois é, Liara, não tem como desenvolver o sistema perfeito (para a Terra seria melhor que os seres humanos não existissem, ou, pelo menos, que não fôssemos tantos), mas vamos indo como dá 🙂
      Abraços e obrigada!

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      22 julho 2014 at 10:12 am

      Pois é, Liara, não tem como desenvolver o sistema perfeito (para a Terra seria melhor que os seres humanos não existissem, ou, pelo menos, que não fôssemos tantos), mas vamos indo como dá 🙂
      Abraços!

Deixe um comentário

* Todos os campos são necessários