Mais estrada

Agora comecou realmente a parte inedita da viagem, por trechos que ainda nao tinhamos passado antes.

Ontem rodamos mais 735 km, de Puerto Madryn a Puerto Deseado. Nossa, foi punk mesmo. Primeiro saimos de Puerto Madryn com um ceu querendo muito chover pesado. Novamente as curvas amigas nos desviaram das nuvens pesadissimas.

De manha cedo o ceu estava assim

No trecho entre Puerto Madryn e Comodoro Rivadavia, uma das maiores cidades patagonicas, o movimento de carros e caminhoes foi maior que eu esperava. Alias, a estrada passa por dentro de Comodoro, que eh bem grande. A gente atravessa algumas avenidas, bairros, rotatorias, trevos e quase se perde para voltar a estrada. Em Caleta Olivia foi a mesma coisa, parece que eles fazem de proposito para a pessoa ficar na cidade e nao seguir adiante. Boa parte do caminho contorna a costa atlantica, entao tem uns visuais de perder o folego de tao lindos.

A estrada tem trechos bons e outros nem tanto, mas o mais notavel eh o vento. Gente, o que era aquele vento?

De manha ele comeca normal, como um vento forte, porem civilizado. Mas conforme o dia vai avancando, ele vai ficando mais e mais nervoso, ateh que lah pelas 5 da tarde as forcas eolicas partem para a ignorancia e o negocio fica intratavel. Acho que a unica diferenca entre esse vento e um furacao eh que esse nao faz curva, eh sempre reto e de lado (infelizmente, sempre do mesmo lado); mas o mau humor eh igualzinho. A gente tem que fazer uma forca descomunal para manter a cabeca em cima do pescoco, a gente fica exaurido com o exercicio.

Os ultimos 120 km foram os mais dificeis. Alem da gente jah estar bem cansado (na verdade, caindo aos pedacos), aquele vento malcriado virou de repente e ficou de frente, com toda a forca. Parecia que o capacete ia entrar cabeca adentro (os oculos chegaram a machucar um pouco). Alem disso, a temperatura que estava 28° C (segundo o termometro da moto), passou a 12° C em menos de uma hora (quase congelamos). Tambem teve um pouco de chuva e um desvio em estrada de terra por causa de obras de manutencao. Nao dah para dizer de jeito nenhum que foi um tedio…

Mas olha so o cenario que nos esperava em Puerto Deseado. Precisa dizer que valeu a pena?

Nao dah para acreditar nessas cores...
Lugarzinho mais linnndoooo...

1 Response

  1. Avatar
    Andrea
    Responder
    18 dezembro 2009 at 4:26 pm

    E esses navios, um do ladinho do outro… parece feirao de carros.. hehehe
    Lugar lindoooo.

Leave A Reply

* All fields are required