Olha a casa da Dona Angela

Ontem estávamos passeando pela Ilha dos Museus e passamos pela frente da casa da Angela Merkel, primeira ministra alemã. A mulher é doutora em física e o sobrenome Merkel é do ex-marido. Agora ela é casada com um professor de química da Universidade Humboldt, em Berlin, chamado Joachim Sauer.

Pois é, quando assumiu o governo, Angela teria direito a uma residência oficial, mas como já morava na cidade, achou essa despesa extra desnecessária e continuou morando no mesmo lugar. O único gasto é com os policiais que fazem plantão na frente o prédio por questões de segurança.

Reparem que ela mora nesse edifício, mas não é o prédio todo. É um apartamento comum, sem sacada. Qualquer mortal pode passar pela frente e até fotografar a porta de entrada com o nome do marido (aqui os apartamentos não tem números, mas os sobrenomes dos moradores).

Gente, essa é uma das pessoas mais poderosas do mundo e não está nem um pouco deslumbrada com a pompa e circunstância a que estamos acostumados no Brasil. Tenho certeza de que D. Angela não apresenta contas escandalosas de vinhos importados e toneladas de iguarias caríssimas, como no nosso Palácio do Planalto, além de não precisar do circo todo para se fazer importante. Quando ela pede austeridade e corte nos gastos públicos, tem moral para falar, as pessoas acreditam.

Mas, como dizia a sábia Coco Chanel, há pessoas realmente ricas e aquelas que só têm dinheiro. No nosso caso, dinheiro do povo…

19 Responses

  1. Avatar
    Fatima
    Responder
    19 setembro 2011 at 3:00 pm

    Ligia valeu a pena dar uma passadinha rápida por aqui nesta segunda-feira! Eu, assim como muitos brasileiros, também presto muita atenção nas decisões dessa senhora. Valeu o artigo! Abraço daqui do litoral sul de Santa Catarina/Fatima de Laguna

  2. Avatar
    13 janeiro 2012 at 12:43 pm

    Eu, de certa forma, fico bastante admirado com a maneira como os alemães vivem a “riqueza”. Tenho vários amigos alemães morando aqui em Florianópolis e, claro, na Alemanha. É realmente um outro jeito de ver e viver o dinheiro, os bens materiais. Espero que com esse atual crescimento econômico do Brasil não sejamos mais uma vez um mero quintal dos EUA, e como consequência termos que importar alguns de seus excessos e doenças.

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      13 janeiro 2012 at 12:52 pm

      Oi, Antonio!
      É, aqui o pessoal pensa mesmo diferente. Não tem empregada doméstica e os homens passam suas camisas, levam as crianças para a escola e ajudam na casa. Os condomínios não têm porteiros e, em alguns, a limpeza dos corredores é feita pelos próprios moradores do andar. E vou falar: não cai a mão de ninguém. Os europeus passaram por guerras e muitas privações; não ostentam e nem têm medo de botar a mão na massa. Por outro lado, uma cidade com apenas 3,5 milhões de moradores tem nada menos que 3 casas de ópera, 100 museus, 3 casas de concerto (especiais para música erudita) e mais um montão de galerias de arte (superam em muito as farmácias).

      Já a cultura americana (que herdamos), ninguém tem vergonha de desperdiçar e o consumismo faz o povo se descontrolar completamente nas finanças.

      É para se pensar mesmo…

      • Avatar
        Ricardo Brehmer
        16 agosto 2015 at 1:44 am

        Oi Lígia, meus parabéns, estimo muito o seu trabalho e sua visão Alemanha x Brasil. Eu morei em Frankfurt/Main por 10+5+1 anos e concordo com a maioria de suas considerações. No entanto, isso não se faz possível quanto ao seu argumento em relação à “o que herdamos da cultura americana”. Se assim fosse, os brasileiros estariam bem próximo ao nível de vida dos americanos e os alemães deveriam estar próximos aos níveis dos brasileiros, já que se reergueram, no pós 2. Guerra, nos moldes da cultura americana. Acredito ter sido um mero lapso.
        Quanto aos alemães, sempre riam na minha cara (assim direto e franco, como eles são) quando lhes contava que eu tinha um amigo, o qual trabalhando numa estatal ganhava ca. de Marcos 25.000,00. Olhavam-me como se estivesse fazendo uma piada e diziam que isso era impossível, que só poderia ser o ganho anual, pois o chanceler Helmut Schimdt, da época, ganhava no máximo Marcos 5.000,00 Quando lhes falava sobre o que ganham nossos parlamentares, eles não acreditavam e diziam: povo nenhum suportaria isso, sem paralisar o país para mudar tal situação. Conheci políticos alemães que trabalhavam para a comunidade sem remuneração, em suas horas de folga, fins de semana e feriados. Sentiam-se honrados em poder defender os interesses daqueles que lhes deram o voto de confiança. E assim por diante… Abraço.

      • ligiafascioni
        ligiafascioni
        16 agosto 2015 at 6:31 am

        Olá, Ricardo!
        Você ten razão, mas eu me referia aos hábitos de consumo. Os americanos são o povo que mais consome no mundo; não é à toa que estão endividadíssimos. Compram como crianças pequenas, mesmo sem precisar e sem ter dinheiro. É a isso que me refiro.
        Quanto à remuneração dos políticos e escalões superiores do funcionalismo público, é exatamente isso: indecente.

      • Avatar
        flavio
        8 fevereiro 2016 at 4:07 pm

        Alo Ricardo.
        Compartilho a sua visão.
        Tive a felicidade de morar e trabalhar na Alemanha em 2 oportunidade na minha vida.
        Entendo a dificuldade das pessoas de entender o jeito alemão de pensar e de viver . As diferenças culturais são enormes. A educação, o senso coletivo, o esmero com relação aos recursos naturais e por aí segue.
        Quando vc conta que o dono de uma empresa que fatura 500 milhões de euros ano, cuida do seu próprio jardim, ninguém quer acreditar.
        A lista de diferenças é enorme.

  3. Avatar
    Rosana Cabo
    Responder
    24 abril 2015 at 12:10 pm

    No Brasil não se deveria ser politico mas, estar politico. Cada um deveria ter seu trabalho e dele se sustentar. Talvez assim tivéssemos mais pessoas interessadas em resolver nossos problemas e não em serem os nossos problemas!!

  4. Avatar
    10 dezembro 2015 at 11:56 am

    Não sei porquê o brasileirinho gosta de elogiar as coisas dos outros países em detrimento do nosso Brasil ? Cada país tem seus problemas suas soluções .Se VC acha que a ministra mora em uma humilde casinha e isso lhe faz bem parabéns já é um bom motivo para VC ir para a Alemanha
    Na França , Itália. Inglaterra também é assim ?

    • Avatar
      Jair
      Responder
      11 dezembro 2015 at 11:45 pm

      Absurdo vc achar normal o que acontece aqui no Brasil, principalmente na política, temos que fazer nossa auto critica par poder melhorar. Vc acha normal a mordomia que tem um
      senador, deputado federal , todo os cargos eletivos em geral? todo mundo tem seus problemas , mas o nosso e ser escravo do sistema político desse país, trabalhar para pagar uma das maiores carga tributarias e não ter quase nada em troca.

    • Avatar
      flavio
      Responder
      8 fevereiro 2016 at 3:58 pm

      Vc precisa se informar um pouco melhor sobre o mundo além fronteiras.
      Sem querer polemizar.

      • Avatar
        Antonio
        12 março 2016 at 11:31 pm

        O que você entende de além fronteiras? O brasileiro realmente come peru e arrota mortadela, só pensa no seu umbigo e faz esmola com o dinheiro dos outros . Estatus é a sua única preocupação . Como pode um político analfabeto ganhar uma fortuna paga pela escravidão do povo que não tem retorno em nada ? Mas como cada povo tem o governante que merece …

    • Avatar
      Jutta herrmann
      Responder
      12 fevereiro 2017 at 9:25 am

      E vc acha normal uma caravana imensa de carrões cada um levando 1motorista e 1politico, todos chegando a mesma hora ao Planalto para uma votação? Vc acha normal as pessoas possuírem casa própria e sem escrúpulos se beneficiar de auxílio moradia? Vc acha normal o judiciário ganhar auxílio educação para seus filhos?

  5. Avatar
    Lucilene
    Responder
    8 fevereiro 2016 at 2:19 pm

    Muito bom lermos notícias assim. Poder nos espelhar, independente da nacionalidade.
    Acredito que não preciso ver um político fazendo, para então poder fazer. Cada um é responsável pelo que tem e de como faz uso.

  6. Avatar
    Elisabeth
    Responder
    9 fevereiro 2016 at 12:07 pm

    Eu penso ela ser uma mulher de coragem e de caráter está defendendo os refugiados com coração colocando em jogo sua posição. Poucos fariam isso .Ela é admirável.

  7. Avatar
    Eleuther Alencar dos Guimarães Vianna
    Responder
    10 fevereiro 2016 at 4:13 pm

    Angela Merkel é uma grande estadista, e outros chefes de Estado, deveriam estudar mais as suas tomadas de decisões e o seu compromentimento perante todos os problemas que se apresentam, porque é um exemplo a ser seguido e respeitadíssima no mundo todo,e também por muitos Chefes de Governo de diversos países. Nossa Presidenta,se fosse inteligente e perspicaz deveria fazer um curso intensivo com ela, para aprender como se governa um país… E fazer história e ser alembrada quando deixar o poder, não como uma anti-patriota, inimiga do povo brasileiro que se deixou usar pelos piores escrotos que comandaram esse país ( seus amigos de tempos de juventude durante o período de ditadura brasileira), visando exclusivamente o poder e o enriquecimento ilícito. Porque é isso que vai acontecer com a Sra. Dilma, reconhecidamente lembrada como uma “persona não grata” ao Brasil.

  8. Avatar
    Moacyr Ferro
    Responder
    11 fevereiro 2016 at 1:35 pm

    A digníssima Sra. Angela Merkel é um exemplo de uma mulher estadista. Pensa na Pátria, vive para prestar um bom serviço, e na Alemanha e demais países desenvolvidos, é muito admirada.
    Nós temos aqui no Brasil Dona Dilma, como o lixo do terceiro mundo. É ignorante tanto quanto seu idolatrado, faz tão mal ao país como a Cristina Kirchener, que arrasou a Argentina. Ela está com seus grandes amigos, destruindo o que havia de bom e caminhamos para dias piores. Nossos políticos, com raríssimas excessões, são deformados culturalmente é só pensam em interesse próprio. É lamentável.

  9. Avatar
    Neusa
    Responder
    17 fevereiro 2017 at 5:34 pm

    Li gostei e parabenizo pelo belo texto.

  10. Avatar
    Leandro
    Responder
    7 outubro 2019 at 7:43 am

    Estou indo a Berlin em Novembro. Não teria como me dizer o endereço da casa?
    E-mail: leandroamvf@gmail.com

    • ligiafascioni
      7 outubro 2019 at 9:58 am

      Oi, Leandro!
      Não sei exatamente o endereço, mas fica na rua ao lado da James Simon Gallery (Ilha dos museus). Pela foto você vai reconhecer o prédio (e sempre tem um carro de polícia parado nos arredores). A rua se chama Am Kupfergraben.

Leave A Reply

* All fields are required