A vez da estrada de areia

Que o asfalto não tem feito bem para o ambiente, todo mundo sabe. É escuro, concentra calor, reduz a capacidade de absorção de água, enfim, um verdadeiro desastre ambiental. Isso sem falar que usa insumos derivados do petróleo, o que só piora as coisas. Mas, enfim, era a melhor coisa que havia até agora para revestir caminhos. Até agora.

Pois acabei de receber a newsletter do Yanko Design onde os designers Thomas Kosbau e Andrew Wetzler apresentam um projeto em que a areia é transformada em pedra por um processo biológico (acredite se quiser!). Um micróbio bem comum chamado Bacillus Pasteurii consegue cimentar os grãos de areia formando pedras; elas são fortemente compactadas em camadas e o caminho fica estável sem nenhuma gota de óleo.

Meus conhecimentos de engenharia civil não são suficientes para analisar a factibilidade do negócio, mas tomara de dê bastante certo! A ideia pode reduzir de 2 a 3 graus Celsius a temperatura média nas grandes cidades, aumentando em 20% a capacidade de refletir a luz. Iria reduzir também em 39% a emissão de CO2, além de outras vantagens, já pensou?

Quer saber mais? Olha aqui.

2 Responses

  1. Avatar
    Andrea
    Responder
    9 fevereiro 2011 at 9:36 am

    Que ideia genial, tomara que dê muito certo e nossos governantes utilizem esse recurso.

Leave A Reply

* All fields are required