Quando eu crescer…

… quero ser uma velhinha style daquelas que combina luva e chapéu. Desculpaí, mas é meu sonho. Acho um luxo velhinha elegante. Dá impressão que ela soube aproveitar bem a vida e vai sair em grande estilo, cheia de glamour.

Tem coisas que só dá para usar depois que você já chutou o balde; depois que você puder se dar ao luxo de não se importar mais com o que os outros acham ou deixam de achar. Mandar tudo às favas com 15 anos é fake (na verdade, a pessoa está preocupadíssima com os outros nessa idade); só dá para fazer isso a sério depois que você já provou tudo, já experimentou tudo, já viveu tudo. Enfim, quando realmente está podendo, de verdade.

Vai daí que blogs de moda pipocam à toda hora, mas são quase todos iguais: modelitos de marca para moças magrinhas. Pois esse aqui é diferente. Mostra o estilo de quem está acima das convenções, de quem já chegou lá e sabe da valiosa contribuição que dá para esse mundo ficar mais interessante.

Venham comigo e deliciem-se com essas lindas do AdvancedStyle

22 Respostas

  1. Tereza Jardim
    Responder
    16 julho 2012 at 3:04 pm

    Considerando que desde os vinte e poucos eu já ando de chapéu, sombrinha colorida pra proteger do sol e leque na bolsa, é ÓBVIO que serei uma velhinha do cabelo roxo também hahaha!

  2. 16 julho 2012 at 3:04 pm

    Adorei, Lígia! Ideia ótima desse blog.
    E eu tb tenho esse sonho de ser uma fashion old lady!
    Adoro velinhas usando sapatos bonitos e confortaveis, com joias, maquiagem, e bolsas maras!!!

  3. 16 julho 2012 at 3:18 pm

    Adorei Ligia. Acho que serei uma senhorinha bem colorida.

  4. 16 julho 2012 at 5:36 pm

    Vale escolher? Eu quero ser aquela sentada à beira do mar com um vestido longo colorido. Chiquérrima e rindo à toa! Só tenho certeza que serei um pouquinho mais rechonchuda, mas não acho que isso vá me incomodar. 🙂 Amei, Lígia! Obrigada pela dica.

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      16 julho 2012 at 6:13 pm

      Aahahahah… eu gostei daquela magrinha de vestido xadrez toda elegantérrima de bolsinha de verniz! Adorei a ideia, cada uma poderia escolher a sua, né?
      Beijocas 🙂

  5. 16 julho 2012 at 5:55 pm

    Eu simplesmente amo os idosos e se forem estilosos, meu Deus, eu babo! Também quero ser uma velhinha incrível, cheia de cor e vitalidade.
    Tenho muitas tatuagens e há quem diga que na velhice, feia ficará… Sabe, ao menos terei sinais da minha juventude que fora feliz e cheia de atitude, e serei orgulhosa das rugas 😉

    Adorei o post.

    Beijos,
    Carla Mariano

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      16 julho 2012 at 6:14 pm

      Suas tatuagens serão vintage, relaxa! Leva muitos anos para ficar franzidinha; não é para quem quer, é para quem PODE!!!
      Beijocas 🙂

  6. 16 julho 2012 at 6:48 pm

    Hummm que lindas mulheres.

  7. 16 julho 2012 at 7:31 pm

    Concordo com a Carla Mariano minhas tatuagens marcaram momentos felizes e ficarei linda velhinha e tatuada,colorida então melhor ainda!!

  8. 17 julho 2012 at 11:30 am

    Eu vou ser uma velhinha STYYYYLE!
    HAHAHA
    Adorei!

  9. Fatima
    Responder
    18 julho 2012 at 9:29 pm

    Pôxa que legal ! Tem velhinha pra todos os sonhos! Serei aquela riponga de tênis cor-de-rosa. Até porque ali tem nuita coisa legal por exemplo uma calça bem levinha e macia, uma bolsa no lugar certo de colocar a máquina fotográfica e uns 2 livros. E sejamaos realistas… com 90 aninhos não escaparei de uma fralda na hora de um pipi quando eu der muita risada. Compreende porque uma calça super espaçosa deixar-me-á muito segura? Sou prática e ninguém vai me obrigar a sentar de pernas cruzadas na relva pois eu quero é me espalhar… ahahahshaah . Fatima/Laguna . P.S.: sabe … é que velhinhas chiques são lindas mas são visadas por lindos garotos que se prostituem pra encher o bolso de grana. A gente precisa ser mimetista e se confundir com a paisagem. A riponga também corre o risco de ser olhada com preconceito ninguém tá livre né?

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      19 julho 2012 at 10:08 am

      Menina, por que se esconder com medo dos lindos garotos? É só não dar bola (ou então dar e aproveitar…eheheh); só é enganado quem quer ser enganado, simples assim. Sobre o preconceito, o bom de ser velhinha (ou nem tanto) é que não se liga mais para essas bobagens. Tem mais é que vestir o que quiser e ser feliz 🙂
      Beijocas 🙂

  10. Fatima
    Responder
    19 julho 2012 at 11:53 pm

    Bom… eu não ia contar mas vc me provocou… Ligia tu acreditas que ali na esquina da Gama D”Eça com a Rio Branco tem michê (tipo 20 e poucos anos) bem alinhado, de dia claro, puxando assunto com cinquentona? Assim aconteceu com minha amiga. Ela achou divertido pela simpatia e o talento do moço na elegância de “vender o peixe dele” mas convenhamos…é muita cara de pau né? Sei lá não sei mas na minha cabeça é complicado.
    Não condeno quem curte mas acharia aborrecido ouvir uma conversa mole desse tipo.

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      20 julho 2012 at 1:39 pm

      Ah, Fatima, mulheres crescidas e maduras tiram isso de letra e até acham divertido. Relaxa, dá uma risada e manda o moço passear…eheheh
      Beijocas 🙂

  11. Érica
    Responder
    22 julho 2012 at 3:28 am

    Que máximo! Adorei isso! Se não pude ser excêntrica até o momento, vou poder me dar a esse luxo na velhice! UHU!!! Gostei muito da velhinha colorida acenando com lenço à beira-mar.

  12. 26 julho 2012 at 12:57 pm

    Sabe Ligia, eu me incluo nos blogs de moda, só que não para tão magrinhas, hehehemas tento sempre fazer tudo de verdade, para vida real, as vezes sem maquiagem, as vezes com roupas erradas, outras com cara de mal humor , pq de verdade, é assim que é, que eu vejo.
    Já postei essas fotos das senhoras, já postei fotos de cabelos grisalhos, afinal, quem vai fugir dos grisalhos? Só as tintas, ou não. http://ow.ly/cwhdE

    Eu já não quero usar luvas… quero continuar como eu sou, sem ligar muito pro que os outros falam agora mesmo, muitos detestam meu estilo, mas eu gosto. Eu tento passar essa alegria de viver, de ser feliz todos os dias, de um sorriso no rosto mesmo que a conta no banco esteja zerada, mesmo isso sendo tão difícil.
    Não quero esperar um dia, quando eu for velha e tiver muito dinheiro e muitos bens…Acho muito tempo. Não precisa chutar o balde, dá pra ser estilosa e não ligar agora. rs

    Mega beijo, amo teus textos.
    Beijinhos

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      26 julho 2012 at 3:40 pm

      É mesmo, Dani! Não precisa esperar tanto. Mas é que a pessoa mais velha (e não tem nada a ver com mais dinheiro) já não depende tanto da opinião alheia (sim, no mercado de trabalho precisamos nos preocupar em sermos coerentes, olha esse texto aqui: http://www.ligiafascioni.com.br/2010/02/o-espontaneo ). Que bom que você está curtindo isso agora, mas fiquei curiosa em saber por que você posta fotos se acha que as roupas estão erradas ou você está de mau humor. Por que compartilhar? É so um pergunta curiosa mesmo, queria saber a ideia por trás disso 🙂
      Beijocas e sucesso!

      • 26 julho 2012 at 5:23 pm

        Sim, claro que a gente se preocupa em ser coerente 😉
        Eu já li o texto do “o espontâneo” ;0

        E pq eu compartilho? Pq quer dividir com as pessoas o que é real, o que acontece de verdade. O bonito e o feio, o desajeitado e o estiloso. Dú-vi-do que alguém acorde todos os dias bem, faça make divina todos os dias. Não que eu não ame as capas de revistas cheias de tratamento de imagens, mas não sigo aquilo, pq eu sei que não é real, mas nem todas conseguem.
        Entendes? Tento mostrar que a gente não deixou de ser legal, divertida, linda só pq usou uma roupa escolhida na pressa, que não combinou bem ou que saiu as 7h de casa sem make.
        ;))

        Beijinhos

      • ligiafascioni
        ligiafascioni
        27 julho 2012 at 11:51 am

        Ah, entendi 🙂
        Beijocas!

  13. Pri-k
    Responder
    6 agosto 2012 at 11:59 pm

    Muito style!
    Amei as ruivas.

    😀

Deixe um comentário

* Todos os campos são necessários