Sarah Wiener

Não sei quando comecei a gostar de cozinhar, mas acho que foi quando me mudei para meu primeiro apartamento solo, em 1992. Foi uma delícia montar a cozinha e poder vetar a entrada de panelas de alumínio, pratos duralex e copos de requeijão, entre outras coisas feias…rsrsrs

Quando cozinho (claro, não é todo dia), sempre capricho bastante na decoração, pois, para mim, metade do gosto está na aparência. Comida feia comigo não tem vez, não senhor…

Depois que li Food Rules me empolguei mais ainda, já que toda a minha preocupação com comida bonita estava lá, cientificamente justificada. Agora que tenho televisão, não deixo de assistir aos programas do Jamie Oliver (dublado em alemão….ahahahaha) todo sábado. São vários menus de 30 minutos em sequência e fico encantada com a facilidade com que ele prepara coisas deliciosas rapidinho. E como ficam lindas!

Pois aqui na Alemanha também temos nossa chef ecológica e preocupada em usar ingredientes frescos: é a Sarah Wiener. A moça, além de linda e famosa, é uma grande empreendedora: escreveu muitos livros, tem vários cafés e restaurantes, ministra cursos, participa de filmes e programas de televisão e dá palestras em escolas sobre alimentação saudável. Ao todo, são 160 pessoas trabalhando com ela. A Jamie Oliver de saias alemã prefere que seus empreendimentos sejam em museus ou prédios históricos (conforme for visitando os lugares, vou postando aqui).

Ontem a gente foi no Das Speisezimmer, um dos restaurantes, com os queridíssimos Rosana e Ringo; além de muita risada, a comida e a bebida estavam ótimas. Sarah é como Jamie: nada de luxo, mas louças e talheres corretos, comida linda e mesas de madeira rústica; atendimento nota 10 e preços justos. Dá pra ver que cada detalhe foi pensado e que tudo é muito caprichado.

Acompanhem o cardápio e bom apetite!

O restaurante está instalado numa antiga fábrica e o estilo é mediterrâneo.
O restaurante está instalado numa antiga fábrica e o estilo é mediterrâneo; olha que linda a capa de tecido do cardápio.

O cardápio não é muito extenso e varia conforme os ingredientes disponíveis em cada estação; eles usam ao máximo produtos locais e agricultura orgânica. Até as carnes e peixes têm certificado BIO.

A gente pediu um menu de 4 pratos: duas entradas, prato principal (peixe) e sobremesa. Na verdade ainda teve um aperitivo extra e acabou que ficaram sendo 5 pratos. Delícia!

Esse creme bem temperado parecia um caldinho grosso de feijão. Faça em casa, sirva assim e veja como fica muito mais gostoso!
Essa entrada estava deliciosa: cebolas carameladas, uma terrine, uma tortinha e uma coisa que parecia um tartar de peixe.
Essa sopa fria de pepino é fresca e limpa o paladar antes do prato principal: já tinha tomado antes e é simples de fazer. Só bater pepino cru com iogurte natural e temperar bem. Recomendo!
Prato principal: um peixe que nem desconfio o nome (muito bom), purê de ervilhas, uma espuma deliciosa e bem temperada e legumes refogados na base. Hummm.....
Finalmente a sobremesa: terrine de mascarpone, sorbet de groselha (essas bolinhas que aparecem como enfeite) e uma calda de hortelã que vou tentar clonar. Show!

Pois é, mais um grande nome da gastronomia provando que fazer delícias não depende de ingredientes caros e sofisticados. Tem mais a ver com cuidado, carinho, paciência e muito amor…

Se quiser saber mais, o site da Sarah Wiener é bem feito (dá para ver que passou um designer por lá…) e e cheio de coisas interessantes, inclusive receitas (clique na imagem e acesse o link da versão em inglês).

2 Responses

  1. Avatar
    21 julho 2012 at 5:53 pm

    No começo pensei que falavas do nosso francês Olivier Anchier, mas depois começasses a chamar de Jamie Olivier, deduzi ser outra pessoa.
    O peixe parece o Pirarucu, comi em Manaus, muito bom.
    A “espuminha” vi como se faz na Anamariabraga, é gelatina sob pressão dentro do nitrogênio. Bem estranho… Bm apetite.♥

    • ligiafascioni
      ligiafascioni
      Responder
      21 julho 2012 at 6:27 pm

      Como será pirarucu em alemão? Ehehehe… também já comi pirarucu, não parecido não, deve ser outro peixe de rio.
      E o Jamie Oliver tem vários livros publicados no Brasil (dá uma olhada na Saraiva) e tem um programa na GNT também. Ele é ótimo (muuuuuito melhor que a Namaria Braga….eheheheh).
      Beijocas 🙂

      PS: Clô, você tem que ver que sou filha de uma cozinheira premiada em vários concursos….ehehehe

Leave A Reply

* All fields are required