O código da cultura

Gostei demais de tudo que aprendi com “The Culture Code: an ingenious way to understand why people around the world live and buy as they do”*, de Clotaire Rapaille. É como se muita coisa que a gente não tinha pensado a fundo passasse a fazer sentido.

Doutor em Psicologia Social, Rapaille desenvolveu um método para descobrir o código de cada conceito dentro de uma cultura para ajudar empresas a comunicarem melhor seus produtos. É um sistema muito semelhante em estrutura que apliquei no meu método Gestão Integrada da Identidade Corporativa. Ele reúne amostras representativas de pessoas no universo que será estudado e faz workshops. Por meio de dinâmicas, ele vai relaxando as pessoas, observando as contradições até encontrar um padrão que traduza, para aquele grupo, a essência do conceito que se está pesquisando. Eu fazia para identidades das empresas; ele aplica para descobrir códigos culturais.

Continue reading “O código da cultura”

Rework

Olha, confesso que me irrito bastante quando leio clichês do mundo empresarial, tipo pessoas pregando loucamente que é preciso repensar o mindset, que as empresas precisam ser disruptivas e escalar para crescer exponencialmente. Será que ninguém reparou que se todo mundo crescer exponencialmente a coisa explode, uma vez que os recursos são limitados? Que, aliás, […]